NOTÍCIAS

educacional | 29 de setembro de 2021

Docente do curso de Enfermagem participa de estudo que integra banco de dados da OMS

A Prof. Dra. Gisele Cristina Tertuliano, docente do curso de Enfermagem do Cesuca, é coautora de um estudo que passou a integrar o banco de dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Intitulado “O Brasil ainda é um imenso hospital: movimentos higienistas e antivacina no Brasil – da incipiente República à contemporaneidade”, o artigo compara os temores sociais de resistência à vacinação em dois momentos históricos: um no início do séc. XX (com o episódio da Revolta da Vacina) e outro no séc. XXI, mediante o novo coronavírus.

A participação da nossa docente em uma publicação internacional reflete a qualidade do curso, em especial pela relevância do tema em estudo e em convergência aos propósitos da OMS de acelerar soluções de contenção à propagação da pandemia.


Dados globais

O banco de dados que a organização vem formando reúne os mais recentes estudos sobre a Covid-19 realizados por pesquisadores do mundo inteiro, entre os quais agora estão a profa. Gisele e os professores doutores Maiquel Dezordi Wermuth e Joice Graciele Nielsson, do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direitos Humanos da Unijuí.

“Participar desse estudo reforça a necessidade de discutirmos a relevância do tema nos dias atuais, problematizando fatos históricos, os avanços e retrocessos da política de imunização no país nos últimos anos”, destaca a docente.

A profa. Gisele é doutora em Saúde Coletiva, com formação na área da Enfermagem e Ciências Socais, além de servidora da Vigilância Epidemiológica de Cachoeirinha. “Como enfermeira sanitarista, atuo na área de vigilância epidemiológica/imunizações”, explica, acrescentando que na condição de docente se dedica ao ensino e pesquisa há 21 anos.

Acesse aqui a base de dados de pesquisas, bem como atualizações e notícias sobre Covid-19 coletadas pela OMS.

CADASTRE-SE

Recebas as notícias em primeira mão.