NOTÍCIAS

UDF | 11 de março de 2021

Plantão Fiscal oferece suporte gratuito para declaração do Imposto de Renda

O UDF deu início ao Plantão Fiscal 2021, que oferece atendimentos gratuitos para esclarecer dúvidas dos contribuintes sobre a declaração do Imposto de Renda (IR).

Por conta da pandemia, a programação será feita remotamente até 30 de abril.

Com suporte do Núcleo de Apoio Fiscal (NAF) e apoio técnico da Receita Federal, o serviço é voltado para pessoa física com renda mensal de até R$ 5 mil, empregador doméstico e microempreendedor individual (MEI)

Os interessados podem entrar em contato pelo e-mail naf@udf.edu.br, informando o assunto: Imposto de Renda Pessoa Física, Microempreendedor Individual ou Empregador Doméstico. No corpo do e-mail, o contribuinte deve inserir um resumo da situação e um telefone de contato. Em alguns casos, será solicitado um contato por vídeo ou áudio.

Os atendimentos são realizados por alunos e docentes da graduação em Ciências Contábeis do UDF, sob orientação do professor Deypson Carvalho, coordenador adjunto e docente do curso.


Novidade em 2021

A novidade deste ano é que há a obrigatoriedade da declaração para quem recebeu o auxílio emergencial e ainda obteve rendimentos tributáveis acima de R$22.847,76. Nesse caso, o auxílio emergencial terá que ser devolvido quando da entrega da declaração à Receita Federal.


Educação Fiscal

Os atendimentos são gratuitos, mas para participar, como estímulo de educação fiscal, o contribuinte que optar pelo modelo “deduções legais”, será incentivado a direcionar até 3% do imposto devido na declaração aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente e Fundos do Idoso.

Esses Fundos têm como objetivo financiar projetos referentes à garantia da promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente e viabilizar a garantia de direitos da pessoa idosa. O próprio programa da Receita Federal permite ao contribuinte escolher se a destinação será para um fundo Federal, Estadual ou Municipal.


Outras orientações

Para receber as orientações* do Plantão Fiscal do UDF, é recomendado que o contribuinte tenha o programa gerador da declaração instalado no computador e esteja de posse física dos seguintes documentos:

  • Última declaração de IR e o recibo de entrega, se houver;
  • Documentos pessoais do declarante (Título de eleitor, CPF e comprovante de endereço);
  • CPF do(s) dependente(s) e alimentando(s), se houver;
  • Informe de Rendimentos fornecido pela(s) fonte(s) pagadora(s);
  • Informe de Saldos e Rendimentos pela(s) instituição(ões) bancária(s);
  • Comprovante de rendimentos recebidos de pessoas físicas (rendimento do trabalho não assalariado, aluguéis, pensões alimentícias e outros);
  • Comprovante de apuração mensal do Carnê Leão e DARFs pagos;
  • Documento de compra e venda de veículos, motocicletas, imóveis ou embarcações durante o ano-calendário;
  • Comprovantes das despesas pagas com a identificação do titular ou dependentes às creches, escolas, faculdades, médicos, clínicas, hospitais, exames laboratoriais e radiológicos, aparelhos e próteses ortopédicas, planos de saúde no Brasil, previdência complementar e pensão alimentícia judicial);
  • Comprovantes de pagamentos efetuados a título de aluguéis, arrendamento rural e aos profissionais autônomos (advogados, engenheiros, arquitetos, corretores, professores e outros).

*Durante o processo de orientação virtual, outros documentos poderão ser necessários ao contribuinte para complementar os registros no Programa Gerador da Declaração e prestar corretamente as informações à Receita Federal do Brasil.

CADASTRE-SE

Recebas as notícias em primeira mão.