NOTÍCIAS

| 27 de janeiro de 2020

Professora Rosemari Otton tem projeto aprovado pela Fapesp e passará seis meses em universidade sueca

A Profa. Dra. Rosemari  Otton, do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul, está de malas prontas para a Suécia. A partir de fevereiro, a docente parte para um estágio de seis meses na Universidade de Estocolmo.

Apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), a professora vai desenvolver parte da pesquisa “Investigação dos mecanismos moleculares envolvidos no efeito antiobesidade da Camellia sinensis”, que busca entender como o chá verde, produzido a partir da planta Camellia sinenis e notoriamente possui um importante potencial anti-inflamatório, também pode ser um aliado no combate a obesidade.

O efeito termogênico do chá verde pode ser muito relevante em doenças como a obesidade e o diabetes tipo 2, que possuem como base a inflamação sistêmica e o ganho de peso.

O estágio internacional busca analisar, especificamente, o impacto do tratamento com chá verde em animais obesos. “Irei avaliar na Suécia outro importante efeito do chá verde, que é a sua capacidade de gastar energia, induzindo a termogênese. Este efeito benéfico pode ser utilizado na condição de obesidade, onde há aumento de deposição de tecido adiposo, com menor gasto energético e consequente aumento de peso corporal”, explica a docente.

O projeto aprofunda e dá continuidade aos resultados obtidos pelo grupo de pesquisa em obesidade e compostos bioativos, liderado pela professora Rosemari e vinculado à Pós-graduação da Cruzeiro do Sul.

Recentemente, o grupo publicou três artigos científicos que demonstram efeitos benéficos do chá verde também para o tratamento de gordura hepática, conhecida como esteatose. “Mostramos que o chá verde tem importante efeito anti-esteatose, que nos nossos estudos foi induzida pelo aumento de consumo de gordura na dieta”, diz.

Durante o semestre na Suécia, a professora terá contato com outros pesquisadores da área, o que beneficiará a pesquisa científica do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde. “Estarei colaborando com o grupo de pesquisa da Dr. Barbara Cannon, referência no mundo todo no estudo de termogênese e gasto energético. Tenho certeza de que esta colaboração será um divisor de águas e um salto científico importante para o nosso grupo”, projeta.

Confira os artigos (em inglês) publicados recentemente pelo grupo:

Polyphenol-rich green tea extract induces thermogenesis in mice by a mechanism dependent on adiponectin signaling
Green Tea Prevents NAFLD by Modulation of miR-34a and miR-194 Expression in a High-Fat Diet Mouse Model
Green tea polyphenols positively impact hepatic metabolism of adiponectin-knockout lean mice

CADASTRE-SE

Recebas as notícias em primeira mão.