NOTÍCIAS

educacional | 3 de junho de 2021

Diferença entre Fies e P-Fies

Com a criação de uma segunda modalidade para conseguir bolsa de estudo em instituições particulares, por meio do financiamento, muitos candidatos se perguntam qual a diferença entre Fies e P-Fies

Descubra de uma vez por todas as principais diferenças, quem pode participar dos programas, as novas regras e como fazer a inscrição. Confira! 

Como funciona o Fies?

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), ou modalidade I, pois é o formato tradicional do programa, é voltado para candidatos com renda familiar mensal per capita de até 3 salários mínimos. Nesse caso, o financiamento tem juros zero. 

Os estudantes que não forem chamados na primeira pré-seleção do programa podem se inscrever em uma lista de espera. 

O que é P-Fies?

Já o P-Fies conta com outras duas modalidades.

  • Modalidade II: para estudantes com renda familiar mensal per capita de até 5 salários mínimos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.
  • Modalidade III: para estudantes de todas as regiões do Brasil, com renda familiar per capita de até 5 salários mínimos. 

Outra diferença do P-Fies é que os responsáveis pelo financiamento são os bancos privados. Por isso, existe uma taxa de juros que varia de acordo com a universidade escolhida. 

O P-Fies não conta com lista de espera, pois a chamada para a pré-seleção é única. 

Quem pode participar dos programas?

Além de atender aos requisitos acima referentes à modalidade, é necessário que o candidato tenha feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010. Também deverá ter atingido uma pontuação mínima nas provas e na redação. 

Em 2021, é preciso obter média aritmética nas provas igual ou superior a 450 e nota superior a zero na redação. 

No entanto, novas regras vêm por aí. A partir de 2022, a média aritmética nas provas deverá ser igual ou superior a 450 e a nota da redação igual ou superior a 400. 

Saiba como se inscrever no Fies

Siga este passo a passo para se inscrever no Fies 2021.

  1. Acesse o site fies.mec.gov.br e clique em “Minha inscrição”.
  2. Faça o seu cadastro, preenchendo os dados de login e pessoais. 
  3. Confirme o cadastro pelo link que recebeu via e-mail. 
  4. Entre no site gov.br e faça o login. 
  5. Informe os seus dados cadastrais, preencha o questionário socioeconômico e as informações sobre o grupo familiar.
  6. Preencha o grupo de preferência, escolhendo até três opções de cursos e universidades. 
  7. Aceite os termos, clique em “Concluir” e pronto! 

Lembrando que você poderá alterar suas opções de cursos e universidades até o fim do período de inscrições. E fique atento a prazos e documentações, combinado? 

Se você gostaria do financiamento para fazer uma faculdade a distância, essa alternativa ainda não está disponível, mas poderá estar muito em breve.

CADASTRE-SE

Recebas as notícias em primeira mão.